O que é Imposto de Renda?

Você sabe o que é Imposto de Renda? Para que ele serve e por que é importante? Confira aqui as principais informações sobre o Imposto de Renda 2019.

O Imposto de Renda, também conhecido atualmente como o leão, se trata de um tributo federal sobre a renda (o quanto você ganha) e acompanha a sua evolução patrimonial. Todos os anos o Governo exige que trabalhadores do Brasil inteiro façam a declaração dos ganhos anuais para a Receita Federal.

Após feita a declaração, ela passa por um processo de análise para saber se todos os dados estão de acordo com as cobranças e pagamentos feitos (é de extrema importância que cada centavo declarado seja correspondente aos valores dos comprovantes de renda e pagamentos). Além disso, o Imposto de Renda é uma contribuição compulsória.

Como é coletado o IR?

Imposto de Renda

Uma das maneiras que o Governo coleta o IR é através do IRRF - Imposto de Renda Retido na Fonte. E esse modo funciona com o imposto sendo recolhido automaticamente na folha de pagamento do trabalhador. O valor pago de impostos varia de acordo com a renda de cada contribuinte, dessa maneira, quem recebe mais, paga mais, quem recebe menos, paga um valor menor de Imposto de Renda. Ainda assim, o valor máximo que um cidadão brasileiro irá pagar em Imposto de Renda será de 27,5%.

A estrutura do imposto divide-se em:

  • IRPF - Imposto de Renda Pessoa Física: incide sobre as rendas dos contribuintes que recebem fontes no Brasil.
  • IRPJ - Imposto de Renda Pessoa Jurídica: incide sobre as empresas brasileiras.

Para que serve esse dinheiro?

De acordo com o Ministério da Fazenda, a intenção de recolher o Imposto de Renda é para a melhoria e desenvolvimento de serviços públicos, abrangendo municípios, estados e, consequentemente, o país. Entre os serviços cobertos por esse dinheiro investido estariam estradas, pontes, projetos culturais e esportivos, saneamento básico, etc. Basicamente todo tipo de projeto que é um benefício para a população generalizada. Planos de reforma agrária e programas de sustentabilidade e habitações populares - tais como o Bolsa Família e o Fome Zero - também são cobertos pelo IR. Mais do que isso, o Imposto de Renda também cobre salários de funcionários públicos (vereadores, deputados, governadores e presidente).

Quem coleta esse dinheiro?

O responsável pela coleta do Imposto de Renda é a Receita Federal, mas a administração dos  valores é responsabilidade do Tesouro Nacional. Tanto a coleta quanto a administração são essenciais para que o dinheiro traga os benefícios esperados para a sociedade.

Quem deve declarar Imposto de Renda

como declarar imposto de renda

Deve declarar o Imposto de Renda 2019 todos aqueles que receberam, em 2018 (o valor declarado sempre será referente ao ano anterior), rendimentos acima de R$28.559,00. A declaração de 2019 teve prazo de entrega até o dia 30 de abril. Ela é obrigatória para todos os brasileiros, de maneira que quem não fizer a declaração anual ficará com pendências na regularização do CPF (Cadastro de Pessoa Física) e também significa que estará sonegando imposto - o que é considerado um crime com punição de até cinco anos de prisão, além da cobrança de multas.

Se você esqueceu de entregar a declaração no prazo e encaminhá-la com atraso, ela será aceita, mas será cobrada uma Multa por Atraso na Entrega da Declaração (MAED). A partir da entrega da declaração, serão dados 30 dias para o pagamento dessa multa, que terá valor de acordo com o tempo de atraso da entrega.

Como saber o valor devido à Receita Federal?

É bem simples, apenas preencha a declaração e acesse a ficha “cálculo do imposto”. Você verá um campo com o nome “total de imposto devido” onde terá então acesso ao valor que está devendo para a Receita Federal, caso você realmente esteja devendo alguma coisa. Se, por acaso, você tiver realizado um pagamento de valor superior ao que estava devendo, então você tem direito a uma restituição do Imposto de Renda.

O que é restituição do Imposto de Renda?

A restituição do Imposto de Renda se trata de um benefício que os contribuintes têm o direito de receber caso tenham pago um valor de imposto maior do que deveriam. Normalmente ganham uma restituição todos os contribuintes que conseguiram reduzir o valor dos impostos com as deduções do IR, tais como:

  • Plano de saúde
  • Educação
  • Contribuição à previdência social ou privada

Se você atrasar a declaração do imposto, o valor da sua restituição será automaticamente descontado com o acréscimo dos juros de atraso.

Sobre a restituição do Imposto de Renda também é importante mencionar que ela é liberada um lote por mês começando a partir de junho. Se você está se perguntando “posso antecipar a restituição do Imposto de Renda?”, a resposta é sim! Pode ser antecipada ao fazer uso de um empréstimo pessoal através do banco ou com o Cartão Leoa.

Com o banco você paga altas taxas, enquanto com a Leoa você pode conseguir a antecipação sem cobrança extra. Será ainda mais fácil e prático se você realizar sua declaração através da nossa plataforma também,  Descubra como fazer sua declaração e receber a antecipação da restituição do Imposto de Renda em até 7 dias!

O que você achou do post?

0 Respostas

Deixe seu comentário