Canal da Leoa

Tudo sobre Imposto de Renda

Conteúdo grátis com qualidade sobre IR

Dicas para abater despesas com coronavírus no IR 2021

Saiba quais despesas com saúde podem ser abatidas do seu Imposto de Renda.

Coronavírus imposto de renda 2021

O novo agente do coronavírus (COVID-19), descoberto no fim de 2019, já é considerado uma pandemia. Portanto, é fácil dizer que o mundo está passando por um momento complicado, criando uma atmosfera de medo e insegurança.

Para evitar a contração do vírus, as principais recomendações são evitar lugares com muitas pessoas - shows, arenas, festas - reforçar a higiene pessoal, além de cuidar ainda mais da saúde - adotando hábitos saudáveis e preservando, dessa forma, o seu sistema imunológico.

No entanto, caso você ou algum de seus familiares seja diagnosticado com a doença e gastos não planejados sejam necessários, é preciso estar preparado para conseguir abater algumas dessas despesas no Imposto de Renda de 2021 e obter, dessa forma, uma restituição justa.

O que pode ser abatido no IR?

Despesas com saúde, de modo geral, podem ser abatidas do Imposto de Renda - inclusive quando causadas por doenças como o coronavírus.

Entretanto, é importante saber, de fato, quais são os gastos que poderão ser abatidos caso o vírus seja contraído por você, seus dependentes ou alimentandos.

Portanto, do Imposto de Renda, são dedutíveis as despesas com:

  • plano de saúde;
  • hospitais;
  • médicos;
  • psicólogos;
  • fisioterapeutas;
  • dentistas;
  • terapeutas ocupacionais;
  • fonoaudiólogos;
  • despesas com exames laboratoriais;
  • serviços radiológicos;
  • aparelhos ortopédicos;
  • próteses ortopédicas e dentárias.

Assim, pensando na pandemia que assola o mundo e, por consequência, o Brasil, as despesas com plano de saúde, hospitais e exames laboratoriais poderão ser abatidas do IR 2021.

Qual o limite?

A notícia boa é que não há limite para as despesas com saúde, sabia?

Por isso, caso você ou seus familiares mais próximos venham a passar por uma situação como essa - contraindo o coronavírus - foque apenas na recuperação, ok?

Pois mesmo que a dedução seja feita somente na próxima declaração do Imposto de Renda, você poderá ser restituído e compensar os gastos atuais.

Remédios podem ser abatidos do IR?

Os únicos remédios que podem ser abatidos do IR são aqueles contidos na conta do hospital, portanto, a medicação comprada, diretamente na farmácia - mesmo prescrita por um médico - não poderá ser deduzida.

Em resumo, apenas poderão ser deduzidos os remédios integrados à conta hospitalar da pessoa ou dependente que contraiu o vírus.

Confira algumas dicas:

  • Guarde todos os comprovantes de despesas com saúde, pois no IR 2021 você poderá abater do Imposto de Renda, consultas e exames, por exemplo;
  • Peça a nota fiscal do serviço prestado, pois, sem ela, dificilmente você poderá deduzir seus gastos - visto que é necessário que o documento comprobatório tenha CPF/CNPJ e assinatura do prestador do serviço;
  • Faça uso da plataforma Leoa para salvar os comprovantes - encaminhando as fotos para o sistema. Dessa maneira, se você perder seu comprovante, não perderá a possibilidade de deduzir e comprovar a veracidade dos fatos.

Por fim, a dica mais importante: cuide bem de você, proteja-se, lave frequentemente as mãos e beba muita água. Mas, caso o coronavírus seja contraído, procure um médico ou hospital mais próximo e repouse, combinado?

P.S. Lembre-se de pegar seu comprovante, ok?

O que você achou do post?

6 Respostas

Deixe seu comentário

Caiu na malha fina? Saia agora!

Resolvemos o seu problema em até 30 dias.

SAIR DA MALHA FINA