Previdência Privada ou Tesouro Direto: Qual o melhor investimento?

Os investidores estão cada vez mais ligados em quais produtos financeiros são os mais adequados, de acordo com o seu perfil. Aqui, iremos comparar Previdência Privada com Tesouro Direto.

Este é um assunto que está cada vez mais ganhando a atenção dos investidores, o que é sinal de evolução na economia do País. Os produtos financeiros previdência privada ou Tesouro Direto, encaixam-se nos perfis mais conservadores e esta é a razão da sua popularidade.

Acontece que, quando se trata deste assunto, é preciso ter sempre algo em mente: não há resposta certa ou errada para todos os investidores. A escolha entre investir em previdência privada ou Tesouro Direto vai depender dos objetivos de cada um, pois cada produto possui suas peculiaridades.

Vale lembrar, porém, que o Tesouro Direto está atrelado à taxa Selic, a taxa básica de juros em vigor, no Brasil. Seja o tipo que ganha o mesmo nome da taxa (o famoso Tesouro Selic) ou os pré-fixados, a variação na oferta dos rendimentos está ligada a essa taxa.

E por que estamos falando disso?

Porque os órgãos regulamentadores da Selic, no Brasil, estão, a cada oportunidade, diminuindo o valor da taxa. E sabe o que isso significa? Que os tesouros estão pagando menos, a cada novo corte.

Falando nisso, é preciso lembrar que a poupança também está atrelada à Selic e, no nível em que ela se encontra, é difícil que renda, ainda, alguma coisa. E foi esse o fato que elevou a notoriedade do Tesouro Direto que, como acabamos de mencionar, está rendendo menos, também.

Por isso é preciso colocar, na hora de fazer a sua escolha, qual produto é mais adequado para você. Uma das vantagens do Tesouro Direto, por exemplo, especialmente o Tesouro Selic, é que ele pode sofrer saque quando o investidor assim desejar.

Já se formos falar da previdência privada, que, para a grande maioria das pessoas, ainda é vista como uma complementação da aposentadoria tradicional, do INSS, o resgate acontece mais a longo prazo.

Por isso a gente insiste tanto em saber qual o objetivo do seu investimento. Pois, somente assim, você conseguirá calcular quais taxas são melhores para você.

Isso porque, o melhor investimento para você pode não ser aquele que oferece maior rendimento, mas, sim, um que possa sofrer resgate a qualquer momento, sem perder, com isso.

A previdência privada, por esse aspecto, como é um produto montado para longos prazos, costuma oferecer taxas muito superiores para fazer o seu dinheiro render muito mais do que se estivesse no Tesouro Direto.

Por outro lado, justamente por ser pensado a longo prazo, pode cobrar taxas elevadas (de custo para o investidor) para o saque antes da hora contratada.

Agora como saber qual o melhor investimento Tesouro Direto ou previdência privada?

Isso só depende dos seus sonhos e objetivos. O importante é estar em consonância com o atual momento da economia brasileira: é preciso aprender a investir o seu dinheiro, sem esperar o governo.

O que você achou do post?

0 Respostas

Deixe seu comentário