Como saber se caí na malha fina?

É comum o medo de cair na malha fina, mas você sabe verificar se está com alguma pendência com a Justiça Federal e o que isso realmente significa?

Como saber se cai na malha fina

A declaração do Imposto de Renda é feita pelo próprio contribuinte, entretanto, se algo não estiver nos conformes, corre-se o risco de cair na malha fiscal da declaração de ajuste anual da pessoa física, mais conhecida como malha fina.

Essa é uma revisão sistemática de todas as declarações do Imposto de Renda que apresentam erros nos dados do contribuinte, comparados às informações da Receita Federal.

Por gerar multas e outras sanções graves, muitos têm medo de fazer a declaração de forma errada e ser pego na revisão.

Evidentemente, não errar nos informes ao Leão é a melhor forma de evitar problemas com a Justiça Federal, nesse quesito. No entanto, qualquer um pode cometer um equívoco e, nesse caso, é melhor saber como lidar com isso.

Neste post, você entenderá
• Quais os erros mais recorrentes nas declarações
• Como saber se cai na malha fina
• O que fazer nesse caso
• Quem cai na malha fina recebe restituição?

Os erros mais recorrentes nas declarações

Existem muitos erros possíveis na declaração do Imposto de Renda, porém, dentre os equívocos que mais caem na malha fina, podemos citar:

  • valores informados incorretamente;

  • despesas médicas ou com educação não dedutíveis ou sem comprovantes;

  • não declarar renda de dependentes ou incluí-los de forma incorreta;

  • omissão de rendimentos em ações;

  • não declarar rendas extras, como recebimentos de aluguel;

  • omitir salários de antigos empregos.

Como saber se caí na malha fina

Não é difícil saber se você caiu na malha fina, contudo, não espere ser avisado pela Receita Federal. Muita gente aguarda receber uma carta de convocação, mas essa não é a forma mais indicada.

Isso porque, muitas vezes, junto da carta de convocação, o contribuinte já pode receber uma punição. Por isso, o mais indicado é acompanhar o processamento da declaração no Centro Virtual de Atendimento da Receita Federal (e-CAC).

O primeiro passo será clicar em “Gerar código de acesso”, e gerar um código para conseguir acessar o sistema e provar que você não é um robô. Depois, é só acessar o e-CAC e o extrato de processamento da declaração.

Na coluna “situação”, verifique se está marcando “com pendências”. Caso estiver, você caiu na malha fiscal e precisa regularizar a sua situação. Veja o nosso passo a passo, abaixo.

O que fazer quando cair na malha fina

Cai na malha fina, e agora? É só manter a calma e seguir as nossas dicas para regularizar a sua situação.

1.  Verifique qual o tipo da pendência

Na coluna “serviços”, clique no ícone de “pendências” e veja qual o tipo de problema da sua declaração e como solucioná-lo.

2.  Retifique os erros

Caso seja um erro no preenchimento da declaração, como um valor ou uma informação colocada errada, ou mesmo uma emissão de dados, a solução é uma retificação da declaração, feita pelo site da Receita Federal.

Você deve enviar a retificação o mais breve que puder e acompanhar o processamento, para ter certeza que ficou tudo regularizado.

3.  Declaração sem erros de preenchimento

Se a sua declaração não tinha erros, você deve marcar uma data para apresentar os documentos exigidos pela malha. Ainda no e-CAC, há um link para agendamento de antecipação de atendimento da malha fiscal.

Você deve marcar em qual unidade quer comparecer, a data e o horário. Em seguida, receberá uma senha de atendimento. Com ela, você deve entrar no e-Defesa, que está localizado no site da Receita Federal.

No e-defesa, será preciso preencher os dados e gerar os documentos necessários para comparecer no atendimento da malha. Imprima esses documentos gerados e os leve junto aos documentos pedidos pela malha fina.

Quem cai na malha fina recebe restituição quando?

Cair na malha fiscal nem sempre é um sinal de que o contribuinte não receberá a restituição, isso dependerá da situação.

Desse modo, depois da retificação, você pode analisar no site a situação da sua declaração. Se estiver em fila de restituição, significa que há valores a restituir.

Vale ressaltar que cair na malha fina é comum e, na maioria das vezes, uma retificação já soluciona o problema. Contudo, é melhor ficar sempre atento para não ter maiores problemas.

O que você achou do post?

0 Respostas

Deixe seu comentário