Minha declaração está em fila de restituição: o que isso significa?

Conferiu o status da sua declaração e descobriu que está "em fila de restituição". Afinal, o que significa esse termo?

Em fila de restituição

Depois de enviar a declaração do Imposto de Renda à Receita Federal, concluindo a etapa anual de prestação de contas ao Leão, é necessário acompanhar a situação da sua declaração pelo Centro Virtual de Atendimento ao Contribuinte - o e-CAC.

Afinal, este acompanhamento é importante para evitar que sua declaração caia na malha fina fiscal ou, ainda, para saber quando sua restituição será depositada em sua conta bancária - aquela mencionada no momento de preenchimento do documento.

Mas, para entender os termos que constam no portal disponibilizado pela Receita, será preciso compreender previamente e de maneira breve os termos que podem aparecer no momento da sua consulta.

No caso das situações apresentadas, será necessário compreender um pouco mais sobre os termos “Com Pendências” e “Em Fila de Restituição”, respectivamente.

Neste artigo, nos aprofundaremos no significado do termo “Em Fila de Restituição”. Já para saber mais sobre como retificar suas pendências, confira os artigos em nosso blog.

O que significa declaração em fila de restituição?

Se você acessou a situação da declaração do seu Imposto de Renda e encontrou esse termo, parabéns! Sua declaração foi processada e sua restituição - calculada a partir das deduções feitas no acerto de contas anual - está prestes a cair em sua conta bancária.

Te parabenizamos, pois isso significa, também, que você fez um ótimo trabalho declarando o seu tributo e que não foi dessa vez que o Leão lhe abocanhou. Mas ainda não é hora de comemorar. Nesse momento, será preciso ainda acompanhar quando - exatamente - seu reembolso estará disponível.

Para isso, também via e-CAC, acesse “Declarações e Demonstrativos”, depois “Meu Imposto de Renda” e, logo em seguida, “Extrato de Processamento”. Neste campo, você terá a previsão do recebimento da sua restituição, de acordo com o lote do seu pagamento.

Veja o calendário de restituição estipulado pela Receita Federal:

LOTE DADOS DA RESTITUIÇÃO
1º Lote 29 de maio
2º Lote 30 de junho
3º Lote 31 de julho
4º Lote 31 de agosto
5º Lote 30 de setembro

Como evitar a fila de restituição?

Ih, descobriu que ainda levará um tempinho para ter em mãos o seu dinheiro? Pois bem, tente olhar pelo lado positivo, ao menos, quando a sua restituição for devolvida, sua quantia estará corrigida pela taxa básica de juros, a taxa Selic.

Embora, em meio à crise em que vivemos, a taxa básica de juros brasileira está longe de desempenhar uma boa performance. Já que, atualmente, a taxa Selic está em 2,25%. Aí fica difícil enxergar esse momento de espera como investimento, não é mesmo?

Por isso, uma outra opção para evitar a fila proposta pelo governo, é antecipar a sua restituição. Fazendo isso, em pouco tempo seu dinheiro poderá retornar ao seu bolso e, quem sabe, ser aplicado de maneira estratégica, buscando um retorno financeiro mais satisfatório que a taxa Selic, concorda?

O que você achou do post?

1 Resposta

Deixe seu comentário