Canal da Leoa

Tudo sobre Imposto de Renda

Conteúdo grátis com qualidade sobre IR

Vale a pena antecipar a restituição do Imposto de Renda?

Está a fim de pedir antecipação da restituição do Imposto de Renda e não sabe se esse é um bom negócio? Seja bem-vindo para tirar suas dúvidas aqui.

Antecipar restituição imposto de renda

Você sabia que o contribuinte que realiza apenas a declaração anual do Imposto de Renda pode levar um susto ao ver o tributo devido à Receita Federal?

Isso acontece, pois, ao prestar contas somente uma vez ao ano ao governo, o valor devido de Imposto de Renda tende a ser bem maior do que quando o contribuinte tem mensalmente descontado de seu salário, como é o caso do Imposto Retido na Fonte. Ou, ainda, no caso de autônomos e profissionais liberais que pagam o carnê-leão durante o ano.

Por isso, o recomendado é preparar o financeiro com antecedência para o momento da prestação de contas, além de declarar todas as despesas dedutíveis que houver referente ao ano-calendário da declaração - visto que, ao fazer isso, o contribuinte pode baixar o valor devido à Receita.

No entanto, nem sempre isso ocorre e torna-se necessário tomar outras medidas para dar conta do recado, como é o caso de pedir a antecipação da restituição do Imposto de Renda.

Neste artigo, você confere:
• O que é restituição do Imposto de Renda
• Vale a pena antecipar a restituição do Imposto de Renda
• Como realizar a antecipação da restituição do Imposto de Renda

O que é restituição do Imposto de Renda?

Antes de seguirmos, é necessário entender, de fato, do que se trata a restituição do Imposto de Renda. De maneira objetiva, a restituição do IR nada mais é do que a devolução do valor pago a mais para a Receita Federal durante o ano-calendário da declaração.

Portanto, caso haja alguma quantia a receber - o valor a ser reembolsado é depositado pela Receita Federal na conta bancária de cada contribuinte, durante o ano em que a declaração foi enviada.

Para saber quanto de restituição é de direito de cada contribuinte, a Receita Federal realiza uma análise em cima dos rendimentos e despesas pagas pelo contribuinte durante o ano declarado.

O que acaba angustiando muita gente é que o pagamento da restituição pode demorar até sete meses após o envio da declaração do Imposto de Renda, visto que o reembolso do IR é depositado na conta dos contribuintes por lotes.

Sendo os primeiros lotes prioritários para contribuintes com mais de 80 e 60 anos, pessoas portadoras de doenças graves e contribuintes cuja maior renda seja o magistério. Depois desses contribuintes, a prioridade é dada às datas de entrega das declarações.

Vale a pena antecipar a restituição do Imposto de Renda?

Se vale a pena ou não antecipar a restituição do Imposto de Renda dependerá da realidade de cada contribuinte. No entanto, alguns pontos devem ser considerados antes de tomar, de fato, a decisão de pedir ou não a antecipação da restituição:

  • o tempo de espera pela liberação do seu dinheiro (restituição);
  • a necessidade do valor presente na restituição.

O dinheiro da restituição vai me fazer falta? Estou disposto a esperar até sete meses para obter a minha restituição? Se a resposta for sim e não, respectivamente, você já sabe qual procedimento seguir: antecipar a restituição.

Tudo dependerá da realidade do contribuinte e da necessidade dele. Embora, antecipar a restituição do Imposto de Renda possa ser útil, também, para tirar algum projeto do papel - como realizar um sonho ou investir.

Como realizar a antecipação da restituição do Imposto de Renda?

O valor da restituição do Imposto de Renda pode ser antecipado por bancos tradicionais ou via plataformas especializadas no assunto. Portanto, para antecipar o IR não há muito segredo, basta escolher uma das opções citadas e realizar o pedido.

No entanto, é bom ficar de olho nas taxas e juros das instituições bancárias e plataformas especializadas em restituição, comparando e analisando os benefícios de cada uma delas.

A plataforma da Leoa, por exemplo, analisa a restituição do contribuinte em até 24 horas a partir do envio da declaração, dessa forma, sabe - em um espaço de tempo curto - se é possível adiantar ou não o dinheiro para o declarante em questão.

Depois disso, em até sete dias o contribuinte terá em mãos o cartão pré-pago e sem anuidade da Leoa - com o valor da restituição - que poderá ser recarregado e continuar sendo utilizado mesmo depois do término do montante restituído.

Ou, se preferir optar por receber a antecipação direto na conta corrente, o valor da restituição é liberado em até 48 horas depois da solicitação à Leoa.

Por fim, antes de tomar qualquer decisão, analise bem suas possibilidades e opções e considere antecipar a restituição do Imposto de Renda levando em conta a sua - e a de mais ninguém - realidade, combinado? Dessa maneira, você saberá o que fazer.

O que você achou do post?

0 Respostas

Deixe seu comentário

Declare o Imposto de Renda. Online, grátis e seguro.

DECLARAR