Canal da Leoa

Tudo sobre Imposto de Renda

Conteúdo grátis com qualidade sobre IR

Como declarar nota de corretagem no Imposto de Renda

É comum investidores terem dúvidas na hora de informar seus investimentos para a Receita Federal, começando por como declarar os dados da nota de corretagem no Imposto de Renda. Mas é muito simples!

Nota de corretagem imposto de renda

Emitida pelas corretoras sempre que um investidor adquire algum ativo negociado pela Bolsa de Valores, a nota de corretagem contém todas as informações sobre ativos que foram comprados, taxas da bolsa, valor total da operação e também quais ativos foram vendidos.

Quando chega o período de fazer a declaração, é comum que os investidores queiram saber mais sobre como declarar a nota de corretagem no Imposto de Renda, já que o documento é fundamental para fazer uma declaração completa e que vai garantir que o contribuinte fique em dia com o Leão.

Como ver notas de corretagem

A nota de corretagem nada mais é do que o extrato diário das suas operações no mercado de ações. Nesse documento é possível consultar o valor das operações que você realizou em determinada data, além dos gastos com corretagem.

Ela permite um maior controle sobre as movimentações diárias e oferece dados importantes para realizar o cálculo correto do recolhimento do Imposto de Renda, já que é o próprio investidor quem precisa fazer o pagamento mensal do imposto devido por meio do DARF sobre ações, uma espécie de boleto.

Para visualizar suas notas de corretagem, acesse o portal da sua corretora: busque sua carteira de investimentos, lá estarão as notas de corretagem.

É comum que quem investe troque de plataformas de negociação ao longo da jornada no mercado de investimentos. Caso você tenha realizado trocas de plataformas, as notas de corretagem que vão aparecer na nova plataforma serão referentes às operações que ocorreram dentro da respectiva licença.

Notas de corretagem de operações realizadas em plataformas anteriores - que são de outras licenças - não vão aparecer dentro da nova plataforma.

Se você realiza trocas de plataformas constantes, o ideal e mais simples é buscar pelas notas de corretagem antigas no portal das corretoras.

Como interpretar nota de corretagem

Entender a nota de corretagem é muito simples: na parte superior da nota estão as informações da corretora, como nome, endereço, contato e CNPJ, além de dados do investidor, como dados pessoais, código do cliente e número da conta.

Você também consegue encontrar informações das operações, como ativos operados, quantidades, datas das operações, tipos de operações e taxas operacionais, se existiram.

Já na parte inferior da nota estão as informações mais importantes para os investidores, com as quais é possível calcular os lucros diários para gerar um DARF no fim do mês, caso tenha ocorrido lucro, que são:

  • Valor dos Negócios: lucro ou prejuízo, antes de descontar taxas e Imposto de Renda retido na fonte.
  • Total de Custos Operacionais: taxa de registro BM&F + taxa BM&F (sigla para Bolsa de Mercadorias e Futuros - também chamada de mercado futuro, que é o segmento da Bolsa de Valores no qual ocorrem as negociações e vendas de taxas de juros, moedas, commodities e outros títulos, por meio de contratos futuros).
  • Total Líquido: valor dos negócios, que é o total de custos operacionais.
  • IRRF Day Trade: Imposto de Renda retido na fonte, que representa 1% do total líquido.
  • Total Líquido da Nota: lucro ou prejuízo, descontado custos operacionais e IRRF.

Ao lado dos valores estarão as letras "C" e "D", que representam, respectivamente, Crédito (lucro) e Débito (prejuízo).

Mas quais informações devo lançar na declaração anual do Imposto de Renda Pessoa Física?

Como declarar ações e investimentos

Se você está em dúvida sobre como lançar notas de corretagem no IRPF, a fim de declarar ações e investimentos no Imposto de Renda, saiba que é muito simples:

  1. Baixe o programa de declaração no site da Receita Federal.
  2. Vá na ficha “Bens e Direitos”.
  3. Selecione o "Código 31 - Ações”.
  4. No campo “Discriminação”, descreva o nome e o código da ação na Bolsa de Valores, bem como a quantidade de ações que você possui e a data da operação. Aqui, será preciso informar também suas vendas parciais e a compra de outras ações, caso possua. Todas essas informações estão nas notas de corretagem.
  5. Preencha sua posição nos dois últimos anos.
  6. Repita esse procedimento até informar todas as ações que estão na sua carteira de investimentos.

Além disso, você também vai precisar declarar suas operações isentas, como dividendos e vendas mensais inferiores a R$ 20 mil na ficha “Rendimentos Isentos e Não Tributáveis”, e suas operações sujeitas à tributação, como juros sobre capital próprio e vendas mensais superiores a R$ 20 mil ou operações day trade nas fichas "Rendimentos Sujeitos à Tributação Exclusiva” e “Rendimentos Variáveis”, respectivamente.

Se parecer confuso conferir sua nota de corretagem para Imposto de Renda, tanto para fazer a apuração mensal dos seus investimentos na Bolsa de Valores quanto para a declaração anual, conte com a Leoa+.

Isso porque nós apuramos seu IR na Bolsa de Valores e emitimos seu DARF, impedindo que você caia na malha fina, além de entregarmos, todos os meses, um relatório com as operações indicadas para você investir e economizar ao pagar IR.

Também realizamos sua declaração de ajuste anual ou você pode enviar nosso relatório ao seu contador e ficar numa boa!

O que você achou do post?

0 Respostas

Deixe seu comentário

Declare o Imposto de Renda. Online, grátis e seguro.

DECLARAR