Passo a passo para declarar Imposto de Renda pela internet

Declarar o Imposto de Renda pela internet não é um bicho de sete cabeças. A seguir, você encontrará ótimas dicas para não precisar mais de contador e fazer você mesmo!

Declarar imposto de renda pela internet

Todo ano é aquela história: chega o período para declarar o Imposto de Renda e você começa a ir atrás de um contador que possa ajudar nessa empreitada. Afinal, são tantos documentos e uma burocracia danada, que é melhor colocar na mão de quem sabe. Mas será mesmo?

Ninguém nos ensina na escola como fazer a declaração (podia ter essa aula, né?). De repente a gente descobre que os nossos rendimentos exigem que isso seja feito e pronto: a obrigação surge e a gente precisa fazer.

Apesar de parecer mesmo algo muito trabalhoso, estamos aqui pra te lembrar que existe um passo a passo de como declarar Imposto de Renda pela internet e você pode, sim, fazer o seu por conta própria, sem maiores dificuldades. Vamos lá?

Declare usando o programa da Receita Federal

No site da Receita Federal, você pode baixar o programa para o seu computador, ou o aplicativo, caso prefira realizar a declaração pelo seu celular.

Com o programa ou aplicativo instalado, você deve começar uma nova declaração. Existe a opção para criar uma nova. Feito isso, você precisará preencher os dados solicitados. Basta ir completando os itens que o programa pede. Vão aparecer diversos documentos, por isso é importante separar tudo antes, para facilitar o preenchimento.

1.  Que documentos preciso separar?

Antes de começar a declaração, é importante ter em mãos os documentos que certamente serão solicitados, sem os quais você não poderá finalizar essa tarefa.

  • Informe de Rendimentos 2019. Você pode conseguir esse documento no RH da sua empresa, caso possua contrato de trabalho.
  • Comprovantes de despesas que podem ser abatidas, como plano de saúde, faculdade, consultas médicas, dentistas, etc.
  • Documentos que comprovem a compra de bens como veículos e imóveis.
  • Documentos pessoais como CPF (seu e de seus dependentes) ou CNPJ, título de eleitor e carteira de identidade.

Estes documentos devem ser guardados por cinco anos, que é o período que a Receita Federal pode solicitar algum esclarecimento depois que você fizer a declaração.

2.  Preencha o programa com os dados solicitados

Se é a primeira vez que você vai declarar, basta clicar em “Criar Nova Declaração” para começar. Caso já tenha declarado, é possível importar os dados da declaração passada. Atualize e preencha com a maior riqueza de detalhes possível, incluindo contas bancárias e informações dos seus dependentes também.

3.  Escolha o modelo de tributação

Com os dados todos preenchidos, você precisará escolher o modelo de tributação, que são dois: completo ou simplificado. O programa indica qual considera melhor para você, conforme os dados que você preencheu.

4.  Confira o resumo de dados

Após selecionar o modelo de tributação, vá no resumo de dados da declaração. Ali aparecem todos os seus rendimentos e bens, inclusive a quantidade de impostos a serem pagos e o valor da restituição, se houver. É aqui que você ainda pode corrigir alguma informação que possa ter sido informada errada anteriormente.

5.  Envie a declaração

Conferidos os dados, clique em “Entregar Declaração”. Caso tenha ficado alguma pendência, o programa vai solicitar que você volte para ajustar o dado.Também evite buscar fazer essa transferência de dados no período da madrugada que vai da 1h às 5h, pois o site da Receita fecha e não recebe os dados.

Declare com a ajuda da Leoa

É natural que a gente fique mesmo meio inseguro ao realizar os passos citados. Diante do programa da Receita Federal, temos que decidir tudo por conta própria e podem surgir dúvidas se o que estamos prestes a enviar está correto.

Foi pensando nisso que surgiu a Leoa, uma assistente virtual que guia você durante todo o processo da declaração. Ela é um meio termo entre quem quer, sim, fazer a declaração por conta, sem a ajuda de contador, mas não quer ficar com dúvidas quanto ao que fez. Olha só:

1.  Crie sua conta na Leoa

Isso soa até melhor, né? Assim como qualquer outro tipo de cadastro na internet, basta inserir alguns dados e pronto: é só começar a fazer a declaração. A Leoa te ajuda a enviar a sua declaração pela internet e o serviço é gratuito.

2.  Responda as perguntas sem medo

Durante todo o processo, a Leoa te ajuda a responder as perguntas, tudo é muito intuitivo e simples. Conforme as suas respostas, a assistente virtual traça o seu perfil e já sabe exatamente o que você precisa responder para criar a sua declaração.

3.  Pronto

Com as perguntas respondidas, a sua declaração é gerada automaticamente, tudo com a garantia da Leoa. Você pode fazer o download do recibo ou deixar arquivado na sua conta no site.

Seja qual a forma escolhida, tenha a certeza de que é totalmente viável enviar o Imposto de Renda pela internet e que estamos sempre prontos para te ajudar com o que for preciso!

O que você achou do post?

12 Respostas

Deixe seu comentário