Como declarar bens no Imposto de Renda após o divórcio

O contribuinte que se divorcia pode ter alterações na situação dos seus bens e rendimentos e, com isso, precisa saber como apresentar as mudanças ao Leão.

Declarar imposto de renda após divórcio

Passar por um divórcio, normalmente, envolve uma separação de bens. Nesse caso, é comum que surjam dúvidas de como declarar a partilha de bens do divórcio no Imposto de Renda.

Por isso, separamos as informações necessárias para que você faça tudo corretamente.

Antes de tudo, lembre-se de ficar atento ao fato de que a sua declaração deve estar totalmente de acordo com o que foi transitado na justiça. Todas as informações e valores devem ser o reflexo do que o juiz homologou.

Nesse post, explicaremos como fazer a declaração da partilha de bens e mais detalhes de como declarar o Imposto de Renda após o divórcio.

Você vai entender melhor neste artigo:
•  Quem deve declarar os bens do divórcio
•  Como funciona quando há alteração nos valores dos bens
•  E quando o bem é vendido
•  Como fazer a declaração dos bens após a partilha
•  Pagamento de impostos após o divórcio

Quem deve declarar os bens do divórcio

Uma dúvida comum é qual dos dois cônjuges deve declarar o divórcio ao Leão. A resposta é individual e subjetiva, mas, normalmente, os dois precisam fazer a declaração.

De qualquer forma, os divorciados necessitam declarar o Imposto de Renda somente nas áreas em que obteve variação patrimonial, ou nas que já são obrigados a declarar, independentemente, do divórcio.

Isto é, se em algum dos casos um bem ficar para um dos cônjuges que já o tinha declarado em seu nome, não há necessidade de declaração, pois não houve mudanças.

Alteração nos valores dos bens

Pode ocorrer, durante a partilha de bens, que os imóveis sejam avaliados no valor de mercado e isso pode gerar um aumento no preço. Nesse caso, aquele que já tinha o imóvel em seu nome, precisa declarar a diferença em “Rendimentos isentos e não tributáveis”.

Normalmente, os bens são divididos em 50% para cada um, então, esse deve ser o valor apresentado por cada cônjuge no IR, mesmo que ainda não tenha ocorrido a venda.

Quando o bem é vendido

Se o bem já foi vendido, na seção de “Bens e Direitos”, declare o crédito em conta corrente, poupança ou dinheiro em espécie, de acordo com a situação que você obtém o pagamento.

Como fazer a declaração dos bens após a partilha

Abra a seção de “Rendimentos Isentos e Não Tributáveis”, depois abra “Transferências Patrimoniais – meação e dissolução da sociedade conjugal e da unidade familiar” e declare todos os bens separadamente, com o preço de cada um, homologado na partilha.

Pagamento de impostos após o divórcio

Não há incidência de pagamento de impostos ao declarar Imposto de Renda após o divórcio, contudo, com a alteração de valores dos bens, na atualização do preço de mercado, pode ocorrer a cobrança de ITCMD (Transmissão de Causa Mortis e Doações) e o ITBI (Imposto sobre a Transmissão de Bens Imóveis).

Seguindo essas informações, você poderá apresentar a sua variação patrimonial do divórcio ao Leão sem problemas ou erros.

O que você achou do post?

6 Respostas

Deixe seu comentário